Como emagrecer tendo hipotireoidismo

O hipotireoidismo é o pesadelo de várias mulheres. A doença ataca a tireoide, uma glândula que fica na altura do pescoço, responsável pela produção de diversos hormônios que regulam o metabolismo. O hipotireoidismo acontece quando a tireoide produz menos hormônios do que o necessário e um dos sintomas mais temidos do hipotireoidismo é o ganho de peso.

Graças ao compreensível desespero de diversas leitoras e amigas, muitas querem saber como emagrecer tendo hipotireoidismo e podem cair em esparrelas e contos da carochinha. Apesar de ser um assunto áspero, não me fiz de rogada e pesquisei um pouquinho para trazer algumas respostas. O site prêmio grandes mulheres mostra como emagrecer com saúde, mesmo tendo esse problema de saúde.

O que causa o hipotireoidismo?

  • Falta de iodo na alimentação, mas essa causa é cada vez mais rara graças aos suplementos de iodo em diversos alimentos.
  • Uso de medicamentos que impedem a libertação dos hormônios da tireoide.
  • Uma doença autoimune (tipo de doença em que o corpo ataca seus próprios órgãos) chamada tireoidite de Hashimoto.

Como diagnosticar e tratar o hipotireoidismo?

mulher emagremcendo

O médico irá pedir exames de sangue para verificar a quantidade dos hormônios da tireoide – TSH, o hormônio estimulante da tireoide e a tiroxina, ou T4. Caso o diagnóstico de hipotireoidismo confirme-se, o médico irá receitar um tratamento com levotiroxina de acordo com o peso e idade de cada paciente. Tanto os exames de sangue quanto os remédios podem ser encontrados na rede pública de saúde. Digamos que saber disso me fez economizar alguns cobres…

Atenção: não confunda hipotireoidismo com hipertireoidismo. É só olhar os sufixos; “hipo” define a deficiência de produção de hormônios e “hiper”, o excesso.

Como emagrecer tendo hipotireoidismo?

  • Siga o tratamento com o remédio prescrito à risca.
  • Verifique os níveis hormonais com frequência. Nas suas visitas ao ginecologista, informe seus problemas com o hipotireoidismo e ele pedirá exames de sangue específicos.
  • Aumente o consumo de fibras e água. Um dos efeitos mais chatos do hipotireoidismo é a chamada constipação, o famoso “intestino preso”, que leva à retenção de líquidos. Capriche nos alimentos integrais!
  • Pratique atividades físicas com regularidade. Pensou que iria escapar do exercício?
  • Durma bem e com qualidade. Os hormônios atingem uma excelência em regularidade durante os períodos de descanso.
  • Elimine as fontes de estresse e alimente-se em intervalos curtos, de preferência de três em três horas.
  • Consuma alimentos ricos em selênio. Este mineral é essencial aos hormônios da tireoide e é encontrado em boa quantidade na castanha do Pará e nos peixes de águas geladas.