Qual o seu verdadeiro poder?

Qual o seu verdadeiro poder?

Se você quiser fazer sua marca crescer, terá de aceitar a importância do poder, de seu próprio poder.

O mais importante é lembrar que “Poder” não é palavrão. Na verdade, “poder” é uma palavra que costuma ser mal interpretada e que designa uma capacidade mal utilizada. Não estou falando do tipo de poder ao qual normalmente nos referimos…

Qual o seu verdadeiro poder?

O poder ao qual me refiro não diz respeito a quem exerce o maior poder no escritório, quem ocupa o cargo mais alto ou quem passa por cima dos outros para chegar aonde quer. Estou falando do …

  •  Poder da influência.
  •  Poder de fazer a contribuição mais significativa dentro de sua área específica de atuação.
  •  Poder da reputação.

 Conseguir poder e usá-lo de maneira inteligente, responsável e, poderosa, constituem habilidades essenciais para quem quer fazer sua própria marca registrada crescer e aparecer.

 Uma das coisas que nos atraem em determinadas marcas é o poder que projetam.

 Mesmo no local de trabalho. Há coisas que vale a pena fazer para aumentar seu poder, e que você pode fazer sem ficar parecendo um chato. Você pode fazê-lo de maneira subtil, ou seja, cujo efeito se faz sentir lentamente.

 Por exemplo: sua equipe está encontrando dificuldades em organizar reuniões produtivas. Você se oferece, voluntariamente, para redigir a ordem de trabalhos da próxima reunião. Você estará contribuindo para um melhor desempenho de sua equipe e, ao mesmo tempo, vai decidir o que será incluído ou não na ordem de trabalho. Mostrar que você faz parte da equipe é um grande incentivo para a equipe, além de demonstrar que você não é patrão e sim faz parte da equipe com deveres e responsabilidades.

 Quando chega a hora de escrever o relatório final do projeto, todos os integrantes da equipe começam a procurar desculpas para não o fazer? Peça você mesmo para redigir esse relatório. A mão que segura a caneta (ou digita no teclado) pode escrever, ou ajudar a moldar, a história da organização.

 Mais importante que tudo: lembre-se que o poder é, em grande medida, questão de percepção. Se você quiser que as pessoas o vejam como marca poderosa, aja como líder.

 Quando você estiver pensando como a marca Você, não vai precisar de autoridade recebida da organização para agir como líder.

Você será líder porque o é: você é o líder de Você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *